Saúde

Reduzir mortes por infarto é uma ação para todos

© depositphotos/Björn Robert Schmechel
© depositphotos/Björn Robert Schmechel

Há 6 anos, em 2012, iniciava-se a campanha Coração Alerta, com o objetivo de reduzir mortes por infarto.

Na época, cerca de 80 mil pessoas morriam por infarto no Brasil, uma a cada 5 minutos. Hoje, esse número passa de 100 mil, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Há alguns fatores de risco que tornam uma pessoa mais propícia ao infarto, como estresse emocional, tabagismo, diabetes, sedentarismo, hipertensão arterial, histórico familiar de problemas coronarianos, alto índice de colesterol, obesidade e ansiedade.

Mas, apesar desses fatores, o infarto pode acontecer com qualquer um.

Os sinais e sintomas do infarto

A primeira pista que indica que uma pessoa pode estar sofrendo um infarto é um grande desconforto, causado por uma dor intensa sentida no centro do peito e irradiada para a mandíbula, pescoço, ombros e braços, principalmente o esquerdo. Além disso, a pessoa também pode ter uma sensação de desmaio, suor excessivo, náusea e falta de ar. “Quando o corpo ‘falar’, é sinal de que o coração está em alerta, por isso, procure socorro imediatamente”, alerta o dr. Hélio Castello, cardiologista e diretor da campanha “Coração Alerta”.

Tempo é vida, portanto, quanto maior o tempo perdido, maior o risco.

“É ideal que o paciente seja encaminhado para um hospital na primeira hora do início dos sintomas”, diz Castello. Porém, no Brasil as vítimas de infarto demoram de 2 a 3 horas para procurar auxílio, na maioria das vezes, por confundirem os sintomas de infarto com os de outros problemas. O que as pessoas não sabem é que, quanto mais rápido elas forem socorridas, maior a chance de sobreviver, reduzindo assim a estatística de mortes.

Conscientização

Com o slogan “Reduzir mortes por infarto é uma ação para todos”, a SBHCI (Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista) e a SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia) convidam você, sua empresa, entidade ou organização para participar da campanha “Coração Alerta”, que tem como principal objetivo alertar a população dos riscos do infarto.

A iniciativa tem como foco minimizar em 50% a taxa de mortalidade relacionada ao infarto. Esse trabalho de conscientização visa educar as pessoas sobre os principais fatores de risco e sintomas, incentivando-as a procurar um especialista e fazer exames para prevenção e diagnóstico precoce.

Reduzir mortes por infarto é uma atitude para todos, por isso, fique alerta. Acesse o site www.coracaoalerta.com.br. Lá você confere vídeos, mensagens para redes sociais, eventos e dicas, entre outros. Participe dessa mobilização em prol da vida.

Coração Alerta

Realizada pela Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista (SBHCI) e pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), a campanha “Coração Alerta” prevê conscientizar a população sobre o infarto agudo do miocárdio e, consequentemente, reduzir a quantidade de casos por ano. Desde 2012, profissionais da cardiologia alertam para a importância de identificar sinais e sintomas do infarto, que não escolhe raça, sexo ou idade.

Sobre o autor

Guia da 3a Idade

Tudo para 3a Idade em um único lugar. Saúde, Finanças, Geração 50+, Entretenimento e Diversão, Moradia, Agenda, Produtos, Guia de Viagem e muito mais.