Madalena Alice

Editora: Editora Nos

Autor: Bia Barros

Páginas: 100 páginas


Se me fosse dada apenas uma palavra, que adjetivo escolheria para definir o textos de Bia Barros? Difícil responder. Porque Madalena, Alice, é tudo isso – e mais. Para quem, como eu, já conviveu com um doente de Alzheimer e enfrentou sua espiral de for e alucinação, o livro é de enorme impacto. Ao optar, na primeira parte da narrativa, por penetrar na esfacelada Madalena, a mulher que tem a doença a autora nos leva às profundezas dese lugar escuro que é a loucura. É como se conhecêssemos o horror por dentro. Na segunda parte, ouvimos afinal a voz da Alice, a filha, que é cuidadora e vítima, tão vítima quanto a mãe. Ali, ficamos sabendo com clareza tudo o que já no fora delineado pela mente fragmentada e assustada de Madalena. As duas narrativas se completam e dão, com força literária, um panorama da tragédia que é a doença de Alzheimer.

Madalena, Alice retrata drama associado à doença de Alzheimer

A jornalista e escritora Bia Barros descreve a relação da filha e da mãe com Alzheimer, a partir da sua própria experiência e de outras mulheres cuidadoras.

Sobre o autor

Guia da 3a Idade

Tudo para 3a Idade em um único lugar. Saúde, Finanças, Geração 50+, Entretenimento e Diversão, Moradia, Agenda, Produtos, Guia de Viagem e muito mais.