Geração 50+ Informe

Brasileiros Centenários Maravilhosos

© divulgação
© divulgação

352 pessoas com mais de 100 anos renovaram o RG no Poupatempo.

O  Instituto de Identificação da Polícia Civil de São Paulo, a pedido do Poupatempo, identificou que 352 idosos com mais de 100 anos renovaram o RG nos últimos dois anos. Em 2017, foram 238, sendo que três deles nasceram em 1904 e completam 114 anos em 2018.

Quase sempre os idosos precisam do documento de identificação atualizado (com menos de dez anos da data de expedição) para fazer a  ‘prova de vida’ no INSS e continuar recebendo a aposentadoria.

O Poupatempo tem atendimento preferencial para idosos e também presta atendimento domiciliar quando a pessoa não pode se deslocar para ser atendido em uma das 72 unidades em operação no Estado.

Idosos centenários que passaram pelo Poupatempo nos últimos meses

Maria Benedita Pereira da Silva, conhecida em Aparecida como dona Dita, nasceu no dia 9 de agosto de 1900 e acompanhou ao longo da vida uma virada de milênio, duas guerras mundiais e oito trocas de moedas brasileiras. Apesar de ter nascido bem depois da abolição dos escravos, dona Benedita chegou a ser vendida pelo antigo patrão, conta a nora Lucimara Conceição Bento, de 45 anos, que a acompanhou na troca do documento.

Antônia Anselmo, 104 anos de idade. Moradora do Guarujá,  ela contou que tem 2 filhos e um neto.

Gentil Pires, 100 anos de idade, lavrador aposentado e morador de Cerquilho “Estou com as minhas duas filhas do coração”, disse ele, apresentando as filhas adotivas que o acompanhavam.

Balbina Ireno Borges, 100 anos, mora em Ubirajara (SP), trabalhou na roça a vida toda, tem 2 filhos e estava acompanhada da filha, da neta e do genro.

Azélia de Toledo Campos, 104 anos, tecelã aposentada, em Itaquera. Ela tem seis filhos, 12 netos e 11 bisnetos. Madalena, uma das filhas, contou que ela gosta de festas e de contar histórias.

Renato de Barros Camargo, advogado com 100 anos de idade. Natural de Limeira e reside em Bauru. Foi ao Poupatempo acompanhado pela neta e pela cuidadora para tirar uma Carteira de Identidade novinha no seu centenário. Na foto, ele aparece ao lado da equipe do Poupatempo Bauru: Caio, Gabriel, Carla, Heny e Jéssica.

Otacília Gomes de Oliveira, 108 anos. Em Guarulhos, acompanhada dos filhos Isabel e Antonio José, demonstrou grande simpatia e aceitou posar para uma foto.

Como agendar

O Poupatempo trabalha com hora marcada, para garantir mais eficiência e conforto. Para marcar dia e horário para ser atendido   estão à disposição os seguintes canais de atendimento: www.poupatempo.sp.gov.br;

Aplicativo no celular: SP Serviços;

Poupinha, o assistente virtual do Poupatempo: o Poupinha está disponível no portal do Poupatempo (no canto inferior direito da tela) e também no Messenger, do Facebook, no seguinte link: m.me/PoupinhaSP

Além do agendamento, os canais também oferecem informações sobre todos os serviços oferecidos, prazos de entrega, valores de taxas, documentos necessários, endereços e horários de funcionamento dos postos.

Programa Poupatempo

O Poupatempo é um programa do Governo do Estado de São Paulo executado pela Diretoria de Serviços ao Cidadão da Prodesp – Tecnologia da Informação. Iniciado em 1997, conta atualmente com 71 unidades fixas, em todas as regiões administrativas do Estado, além de um posto móvel que atende a áreas do entorno da Grande São Paulo. Em 2018, o Poupatempo foi eleito pelo quarto ano consecutivo o ‘Melhor Serviço Público de São Paulo’ pelo Instituto Datafolha.

Para a “prova de vida”  exigida anualmente pelo INSS o RG teve ter menos de 10 anos da data de expedição

Desde maio de 2012, o INSS passou a exigir renovação anual de senha e prova de vida dos aposentados e pensionistas que recebem o benefício por meio de conta-corrente, poupança ou cartão magnético. Cerca de 30,7 milhões de beneficiários em todo o País são convocados para comparecer à agência de recebimento portando documento de identificação com foto.

Além da prova de vida perante a Previdência Social, outro motivo que leva idosos a providenciar a segunda via do RG é a necessidade de resolver questões referentes a imóveis e instituições financeiras. Para evitar fraudes, bancos exigem documentos atualizados – com menos de dez anos – e em bom estado de conservação.

Homens com mais de 70 anos e mulheres com mais de 60 são isentos da taxa de segunda via do RG, que é de R$ 38,55.

Sobre o autor

Guia da 3a Idade

Tudo para 3a Idade em um único lugar. Saúde, Finanças, Geração 50+, Entretenimento e Diversão, Moradia, Agenda, Produtos, Guia de Viagem e muito mais.